A dama de hollywood

O título de dama ainda é pouco. Com “apenas” 15 indicações ao Oscar, um currículo de filmes extenso, perfeccionismo nos papéis que interpreta, entre seus principais filmes, encontram-se A escolha de Sofia, Entre dois amores, As pontes de Madison, África minha, Kramer vs. Kramer, As horas, O Diabo Veste Prada e Mamma Mia!. Estou falando, nada mais, nada menos, que de Mary Louise Streep.

Para o grande público, Meryl Streep.

Como diria o site e-Pipoca, biografar uma atriz como Meryl Streep é uma tortura para qualquer cinéfilo. Não porque Streep possui uma filmografia extensa e variada, mas porque é difícil encontrar todos os adjetivos que suas performances distintas merecem. Nenhuma palavra consegue rivalizar com a precisão aguda dos sentimentos que Streep evoca em cada uma de suas atuações. Sinteticamente, e não se trata de uma hipérbole, Streep é hoje a melhor atriz ainda em atividade em Hollywood. Seus prêmios confiram o título.

Meryl não só é destaque na maioria das apresentações dos Oscars, dos Baftas, Globos de Ouro, como também é destaque nas maravilhosas criticas que obtém por seus trabalhos a cada filme novo. Só em Oscars, são 15. Globos de Ouro, 23. Quantos aos Baftas são em menores números (para ela), mas comparando com outro ganhadores são muitos – nessa premiação são 11.

Mesmo com todas as dezenas de indicações a vários prêmios por seu perfeccionismo, garra e dedicação ao trabalho, comparada com outras celebridades de menor calibre, ela ainda ganha pouco. Streep recebeu 5 milhões de dólares por O Diabo Veste Prada (2005). Enquanto atores, como Tom Cruise, que acumula pífias 2 indicações ao Oscar, recebeu 20 milhões em 1996, por Top Gun. Realmente, não sabemos se a escolha pelo “simples” salário foi feito por ela, mas se colocássemos em uma balança seu talento junto o de Tom Cruise, Meryl deveria receber 50 milhões por uma participação de 10 segundos em um filme, pois um filme que tem Meryl Streep no elenco, simplesmente não tem como ser ruim.

Vejam que ela nunca recebeu nenhuma indicação ao Framboesa de Ouro – sátira ao Oscar. Já Tom Cruise, obteve algumas indicações a ele.

Ficha:

Mary Louise Streep. Nascida em 22 de julho de 1949, atualmente com 59 anos. Nascida no estado de Nova Jersey, Estados Unidos. Com um extenso currículo de filmes. Seus últimos sucessos, entre centenas, estão Mamma Mia! e Dúvida. Diversos e inimagináveis adjetivos, coleciona, em sua estante – estes ela levou para casa:

§ (2) Oscar – por melhor atriz em A Escolha de Sofia e melhor atriz coadjuvante em Kramer vs. Kramer;

§ (2) Emmy – por melhor atriz principal em Holocaust e na mesma categoria por Angels in America;

§ (6) Globo de Ouro – por melhor atriz drama em A Mulher do Tenente Francês e A Escolha de Sofia, melhor atriz coadjuvante em Kramer vs. Kramer e Adaptação, melhor atriz em minissérie em Angels in America, e melhor atriz comédia/musical em O Diabo Veste Prada;

§ (1) SAG Awards – por performance de uma atriz numa minissérie em Angels in America;

§ (1) Cannes – por melhor atriz em Um Grito no Escuro.

§ Como se não bastasse, ainda recebeu outros dois prêmios: um Urso de Prata por melhor atriz em As Horas e um César Honorífico pelo conjunto de sua obra.

Para ver mais Meryl Streep, visite os seguintes sites: Adoro Cinema, IMDb, Wikipedia e e-Pipoca.

posted by M.M.

Anúncios

~ por Staff do CP em 07/12/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: